Categoria

Destaque

Categoria

O Museu do Amanhã, um dos grandes símbolos da revitalização da zona portuária do Rio de Janeiro, acaba de ganhar um importante prêmio internacional de sustentabilidade. Trata-se do MIPIM Awards, premiação que seleciona os projetos imobiliários mais importantes construídos no mundo. Disputando o prêmio com importantes construções europeias, o museu carioca ganhou na categoria “Construção Verde Mais Inovadora”, vencendo a sede da Siemens, em Munique, o edifício residencial 119 Ebury Street, em Londres, e a fábrica da Värtan Bioenergy, em Estocolmo. A cerimônia foi realizada no dia 16 de março, na cidade de Cannes, na França. Em um museu onde se busca entender as possibilidades de futuro, a questão ambiental se torna protagonista. O Museu do Amanhã, desde as fases iniciais do projeto, em 2010, tem a sustentabilidade como uma de suas prioridades, com destaque para a utilização da energia solar para alimentar os ambientes e para a captação da…

De certa forma, nossa casa é como uma segunda pele. Ela é uma extensão de nossos corpos, o edifício mais importante na vida de cada ser humano. A saúde e bem-estar dos moradores devem estar em primeiro lugar sempre, sendo um ambiente saudável o componente chave para uma vida balanceada. Então, como criar este ambiente? Analisando os cinco pontos citados a seguir, você poderá criar uma casa muito mais saudável e que lhe dará imenso prazer em passar mais tempo. Alta umidade Uma casa com alto índice de umidade (acima de 45%) pode tornar-se um bom lugar para o desenvolvimento de mofo. Se o nível de umidade for alto o suficiente, as paredes também podem ser afetadas. Sabe-se que certos tipos de mofo causam inúmeros problemas de saúde, como sinusite crônica, até danos ao sistema nervoso. Alta umidade também atrai ácaros, que podem causar reações alérgicas, complicações estomacais e transtornos…

O Food Sustainability Index (Índex de Sustentabilidade Alimentar, em tradução livre) colocou o Brasil na vigésima posição no ranking geral que avalia a sustentabilidade dos sistemas alimentares dos países. Vinte e cinco nações participaram da pesquisa e, para definir a posição de cada uma, foram avaliados 58 indicadores, divididos em três grandes temas: agricultura sustentável, desafios nutricionais e desperdício de alimentos. Para avaliar se a agricultura do país é sustentável, foram analisados critérios como gerenciamento de água e políticas de bem-estar animal. Com relação aos desafios nutricionais, foram considerados itens como expectativa de vida, nível de atividade física da população, prevalência do açúcar na dieta e poder de compra de comida natural. O desperdício de alimentos foi avaliado levando em consideração aspectos como políticas públicas, soluções para perdas na cadeia produtiva e perdas de alimento pelo consumidor final. Leia mais: Você conhece a geladeira solidária? O top 3 da lista é…

Ah, os bebês! Essas pessoinhas adoráveis que encantam a todos com suas carinhas e expressões fofas! Ter um bebê em casa é sinônimo de alegria e amor, mas também de horas perdidas de sono, olheiras e gastos, muitos gastos! Comprar roupinhas para bebês, por exemplo, é um grande desafio, pois, se você compra um tamanho pequeno, a criança logo perde a peça, se compra um tamanho grande, terá que esperar o bebê crescer para vesti-la e provavelmente, a roupinha também será pouco utilizada. Leia mais: Bicicleta se transforma em carrinho de bebê Além de toda essa frustração e expectativa que é criada, existe ainda uma questão sustentável que, muitas vezes, devido à emoção do momento, é deixada de lado. O fato é que a quantidade de roupas de bebês que é descartada ou doada mesmo tendo sido utilizada pouquíssimas vezes é muito grande! Com isso, muitos materiais e recursos naturais…

Com a chegada do mês de março, um assunto muito importante torna-se o foco principal para quem gosta de sustentabilidade: o consumo consciente de água. Embora o tema deva ser reforçado diariamente, durante este mês, diversos posts são divulgados sobre o assunto, pois, no dia 22 de março, comemoramos o Dia Mundial da Água. Este recurso natural tão precioso encontra-se cada vez mais escasso, por isso é preciso conscientizar as pessoas sobre a importância do uso racional da água. Na edição de março/abril de 2017 da “Revista Secovi Rio” (clique aqui para acessá-la), o Blog Condomínios Verdes preparou um desafio para os leitores: um quiz com três perguntinhas sobre este bem essencial para a vida, a água. Veja as perguntas e confira as respostas. ? 1) Se a superfície terrestre é coberta por cerca de 71% de água, como nosso planeta pode sofrer com problemas de falta d’água? a) A…

“Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô, mas que calor, ô ô ô ô ô ô…” E chegou  o Carnaval, época do ano em que a alegria e a descontração características do nosso povo ficam ainda mais evidentes. Ruas lotadas de foliões animados desfilando com orgulho suas fantasias minuciosamente pensadas para causar. A criatividade do povo brasileiro é de tirar o chapéu, porém, também é neste período do ano que muitas pessoas parecem esquecer que o meio ambiente precisa ser respeitado em qualquer ocasião, seja em um dia comum de trabalho ou em dias seguidos de festa. Sendo assim, listamos algumas dicas que um folião sustentável deve seguir, tendo consciência ambiental, mas sem perder a alegria: Não produza lixo sem necessidade Nesta época, a produção de lixo nas cidades aumenta significativamente, portanto, se você vai passar o dia na rua pulando de bloco em bloco e pretende levar uns lanchinhos…

Consciência ambiental. Essa expressão parece que vem deixando de ser apenas a junção de duas palavras para, de fato, significar uma mudança de atitude para muitas pessoas. Entender que as atitudes que tomamos hoje serão determinantes para o futuro do nosso planeta é fundamental para o início de uma vida mais verde. Ibrahim Batista é síndico do condomínio Residencial São Jorge II, em Uberlândia, Minas Gerais. Formado em Gestão Ambiental, ele sabe muito bem a importância da adoção de práticas sustentáveis no dia a dia das pessoas. E, graças a colaboração de grande parte dos moradores do condomínio, ele tem conseguido colocar em prática o conhecimento adquirido na faculdade. Leia mais: Síndico investe em reciclagem e compostagem Batista implantou um sistema de coleta seletiva no condomínio e, devido ao grande volume de materiais recicláveis que são coletados, a quantidade de lixo enviada aos aterros sanitários diminuiu significativamente. Aproveitando um espaço de aproximadamente…

Ano novo, material escolar novo. Mas, será mesmo necessário comprar tudo novo? Quem tem filho em idade escolar sempre toma um grande susto ao receber a lista com os materiais solicitados para mais um ano letivo. Porém, este susto pode se transformar em apenas um leve arrepio se a escola e os pais se unirem para incentivar a reutilização de materiais. Conversar sobre sustentabilidade com as crianças é fundamental, mas inserir práticas sustentáveis no dia a dia dos pequenos é necessário para que eles entendam como tudo funciona na prática. Tornar a volta às aulas mais sustentável é um passo importante para ensinar às crianças noções de consumo consciente e reuso de materiais, por exemplo. Leia mais: Upcycle presente em atividades escolares Listamos os 10 mandamentos para ajudar a tornar o retorno às atividades escolares mais verde. Mostre nossa listinha ao seu filho e converse com ele a respeito! ;)…

Quem mora em cidades muito quentes, como o Rio de Janeiro, provavelmente, já agradeceu a Willis Haviland Carrier por sua genial invenção. Não está ligando o nome a pessoa? Carrier simplesmente inventou aquele aparelho que torna os ambientes mais frescos e nossa conta de luz bem mais cara: o ar condicionado. Apesar de tornar nossos dias e noites muito mais agradáveis, o ar condicionado é um grande vilão de consumo de energia. Para se ter uma ideia, segundo a Agência Internacional de Energia (IAE), os sistemas de aquecimento e refrigeração respondem por 40% do consumo global de energia dos edifícios. Leia mais: O que são edifícios energia zero e como viabilizá-los Pensar em soluções verdes para diminuir o calor dentro dos ambientes é um desafio para inúmeros arquitetos. Para construções já existentes, o desafio torna-se ainda maior e a utilização do retrofit verde vem ganhando força. Porém, para novas construções, pensar…

Dados divulgados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANNEL) mostram que o Brasil deu um grande salto no número de instalações de micro e minigeração de energia. Em dezembro de 2012, nosso país tinha apenas 4 conexões instaladas. Já em janeiro de 2017, a ANEEL registrou 7.853 ligações, o que equivale a uma potência instalada de 76.097,92 kW – suficiente para abastecer 60 mil residências. A energia solar é a fonte de energia mais utilizada pelos consumidores com 7.763 adesões. Em segundo lugar, aparece a eólica com 45 instalações, seguida pela termelétrica com 36 e pela hidrelétrica com nove. Os cinco estados que aparecem no topo com mais instalações de micro e minigeradores são Minas Gerais (1.740 conexões), São Paulo (1.388), Rio Grande do Sul (782), Paraná (682) e Rio de Janeiro (664). De acordo com o diretor-geral da ANEEL, Romeu Rufino, “além das vantagens para o consumidor, também são relevantes…