Categoria

Jardinagem

Categoria

Com espaços úteis de moradia cada vez menores e ao mesmo tempo a busca pela conexão com a natureza cada vez maior, as pessoas estão buscando alternativas para levar um pouco de verde para suas casas e, principalmente, apartamentos. Jardins verticais e mini-hortas já fazem parte da decoração e do dia a dia de cuidados de muita gente. Mas, entre as possibilidades de levar mais vida natural para dentro do lar, surge uma opção ainda mais prática e decorativa: os terrários. Para fazer um terrário e cultivá-lo em casa é muito simples, você só precisa saber alguns passos básicos. Confira: Itens necessários Os terrários podem ser feitos tanto em recipientes abertos, que são os minijardins, quanto fechados e para montá-los é importante botar em prática a criatividade, já que é usual adicionar personagens e cenários dentro dos potes; a ideia é formar exatamente um ecossistema, com todos os seus seres! Você…

Lançado pelo Ministério do Meio Ambiente em julho de 2018, o “Pequeno guia prático para a agricultura urbana”, mostra os benefícios de se plantar na cidade, pois além de aumentar a segurança alimentar, traz atratividade para os espaços públicos, diminui alagamentos, filtra a poluição do ar, conserva água e o solo, e conscientiza a população de que todos temos o poder de tornar o mundo mais sustentável. Para que o engajamento ambiental aconteça é importante que cada um tenha uma postura de responsabilidade para com as futuras gerações e compreenda que os recursos naturais são finitos e que toda a vida no Planeta não será viável se não for garantida a capacidade de renovação desses recursos. O ritmo frenético das grandes cidades dessensibiliza seus moradores para a natureza e a agricultura urbana é uma forma de ocupação sensível do espaço, um resgate da nossa humanidade, pelo desejo de uma alimentação…

Se você já tentou dezenas de vezes ter uma planta e ela sempre morre, um novo olhar para a natureza talvez seja a salvação. “É a quinta vez que tento ter _________ em casa.” Complete o espaço em branco com a planta de sua insistência (e corrija o número de vezes, se for o caso). Toda semana, recebo uma mensagem dessas. Uma moça da Tijuca reclamou que tentou ter lavandas “dezenas de vezes” e, como elas sempre morrem em poucos dias, acabou concluindo que… tinha o “dedo podre”. “Não levo jeito para plantas; toda orquídea que eu compro não dura nada em casa”, escreveu uma senhora de Fortaleza após sucessivas tentativas de cultivar Vanda em uma cobertura devassada pelo vento. Acho curioso como todas essas frustrações têm origem num mesmo olhar para a natureza: o de que a planta deve se submeter à vontade humana. Porque, afinal, se somos pessoinhas…

Até poucos anos atrás, a preocupação com o meio ambiente era algo que se via apenas em pequenos grupos. Porém, das diversas mudanças que sofremos como sociedade nos últimos tempos, um dos destaques é justamente o ganho de importância da consciência ambiental no nosso cotidiano e comportamento político-social. O que antes se restringia a ativistas hoje toma conta de iniciativas que vão do civil ao empresarial. Nós nos tornamos mais conscientes. A educação ambiental tem sido incutida como valor desde a infância para que deixe a esfera do ativismo e abrace a naturalidade do hábito. Dado o contexto, o ensino ambiental ganha foco como uma importante ferramenta para levar às mentes em formação um mindset de ecologia que ajudará a trazer melhora e desenvolvimento sustentável para o futuro. Pensando nisso, listei oito motivos da importância do ensino ambiental na prática, dentro das escolas, se utilizando de uma ferramenta simples: as…

Do primeiro feijãozinho no algodão ao terrário moderninho, a gente vai descobrindo uns macetes bons para deixar as plantas bonitas por mais tempo. Inspirada na máxima “como é que eu nunca soube disso antes?”, a jardineira Carol Costa, do portal Minhas Plantas, separou 30 dicas que todo jardineiro deve saber. Confira! A maioria das orquídeas gosta de tomar o sol fraquinho da manhã, até umas 8h. Plantas de sol forte precisam de mais cálcio na adubação do que as de sombra. Espécies bulbosas, como lírios, amarílis e jacintos, devem receber menos água quando estiverem floridas. Manter a terra protegida com algum tipo de palha vegetal ajuda a manter a umidade, os nutrientes e os microrganismos fundamentais ao bom desenvolvimento das plantas. Avencas, violetas-africanas e rendas-portuguesas preferem ser regadas com água morna ou à temperatura ambiente. Tomate não deve ser adubado com muito nitrogênio para evitar que os frutos rachem ou…

Um jardim japonês costuma chamar a atenção em todos os lugares onde é implantado. A combinação das espécies características do país oriental proporciona a formação de áreas verdes únicas e exuberantes. Portland, uma cidade norte-americana localizada em Oregon, é mundialmente conhecida por ser eco-friendly e, segundo Nobuo Matsunaga, ex-embaixador do Japão, possui o jardim japonês mais bonito do mundo fora do Japão. A beleza do local já encantava os visitantes, mas o arquiteto Kengo Kuma conseguiu deixar o lugar ainda mais atraente com a construção de uma vila cultural ecológica. Kuma e sua equipe projetaram três edifícios que foram dispostos ao redor de uma praça, rodeada pelo imponente jardim japonês. Para que a arquitetura estivesse em harmonia com a natureza ao redor, cada construção recebeu um telhado verde que, além de aprimorar o isolamento térmico, cumpre outra função. A cidade de Portland é bastante chuvosa, e o design inclinado do…

Agora você já sabe que é possível reutilizar diversos materiais que iriam para o lixo em nossa horta ou jardim. Além de criar seus próprios vasos e reaproveitar alguns vilões para o meio ambiente, como o isopor, existem ainda outras formas de tornar o seu jardim mais sustentável. Confira mais algumas dicas de jardinagem da nossa parceira Carol Costa, do portal Minhas Plantas. Mantenha os vasos úmidos Esponjas de cozinha devem ser trocadas com frequência, mas o que fazer com elas? Simplesmente jogar fora? Não! Você pode utilizá-las para manter a umidade dos vasos! Para isso, basta cortar a esponja em pequenos pedaços e misturá-los na terra. Dica: antes de reaproveitar a esponja, deixe-a de molho por alguns minutos na água sanitária. Sustentação das plantas Sabe aqueles arames que fecham o pão de fôrma? Eles são ótimos para prender as plantas no tutor. E sabe o que pode ser utilizado…

Cuidar da horta ou do jardim de casa ou do condomínio é considerado por muitos uma terapia. Tirar um tempinho para colocar a mão na terra, seja para adubar ou regar as plantas, propicia momentos de relaxamento e lazer para quem é apaixonado por jardinagem. Mas você sabia que é possível reaproveitar diversos materiais que iriam para o lixo em nosso jardim? Confira as dicas incríveis que a nossa jardineira preferida, Carol Costa, do portal Minhas Plantas, separou pra gente! Crie seu próprio vaso Algumas plantas não precisam de muito espaço para se desenvolver. Existem ainda aquelas espécies que devem ser plantadas em pequenos espaços antes de serem colocadas em vasos maiores. Dica: em vez de comprar pequenos vasinhos, invente seu próprio vaso! 😉 Sabe aquela caixa de suco que você costuma jogar fora? Ao cortá-la ao meio, é possível utilizá-la como vaso para plantar sementes e pequenas plantas. As…

Não, você não leu errado (risos). Mais de 92 metros quadrados de plástico que iriam poluir os oceanos estão ganhando vida em Roterdã. Em julho de 2018, a Fundação Recycled Island abriu seu protótipo para o público: um parque flutuante feito inteiramente de lixo plástico reciclado e apropriadamente chamado de Recycled Park (Parque Reciclado, em tradução livre). De acordo com um relatório encomendado pelo Ministério Holandês de Infraestrutura e Meio Ambiente, mais de 1.000 metros cúbicos de resíduos plásticos são transportados todos os anos pelo Rio Meuse e pelo Mar do Norte. Os plásticos vêm de aterros, da agricultura, do esgoto e da navegação. Eles alcançam o rio através de vários métodos, incluindo o despejo, o lixo e o escoamento. Em vez de deixar o plástico chegar ao oceano, a Fundação Recycled Island e 25 parceiros criaram o Recycled Park: um espaço público em Roterdã, composto por plataformas flutuantes feitas…

Se você ama plantas, mas não tem muito tempo ou habilidade para cuidar daquelas espécies mais exigentes, investir em cactos e suculentas pode ser uma boa opção para você. Para se ter uma ideia da fama dessas plantas, existe uma brincadeira entre os jardineiros que diz que, se uma pessoa não consegue cuidar de um cacto ou suculenta, provavelmente não conseguirá cuidar de mais nada (risos)! A piada é um pouquinho exagerada, pois toda planta merece atenção especial, mas, de fato, cactos e suculentas são plantas ideais para quem tem pouca experiência com jardinagem. Apesar de serem lembradas pelos poucos cuidados que exigem, algumas dúvidas ainda pairam sobre tais espécies, principalmente no que diz respeito à rega. Por acumularem água nos caules, folhas e raízes, existe sempre a preocupação de errar a quantidade de água na hora da irrigação. Outra dúvida muito comum é descobrir a hora certa de realizar…